Pequim vai impor novas regras contra as ‘deepfakes’


Trata-se da primeira tentativa abrangente do mundo por uma grande agência reguladora para conter uma das áreas mais explosivas e controversas do avanço da inteligência artificial

Por Karen Hao — Valor/Dow Jones Newswires 09/01/2023

A China está adotando novas regras para restringir a produção de “deepfakes”, mídia gerada ou editada por software de inteligência artificial (IA) que pode fazer as pessoas parecerem dizer e fazer coisas que nunca fizeram.

A Administração do Ciberespaço da China, órgão regulador da internet, começará a aplicar as novas regras – no que chama de tecnologia de “síntese profunda”, incluindo software de imagem, áudio e geração de texto alimentado por IA – a partir de amanhã, marcando a primeira tentativa abrangente do mundo por uma grande agência reguladora para conter uma das áreas mais explosivas e controversas do avanço da IA.

Essas tecnologias, que sustentam aplicativos extremamente populares como o ChatGPT, um gerador de texto desenvolvido pela OpenAI, e o Lensa, um criador automatizado de avatares digitais personalizados, também apresentam novos desafios por seu potencial de gerar mais mídias enganosas que podem alimentar a desinformação e lançar dúvidas sobre a veracidade de praticamente qualquer coisa no mundo digital.

As novas regras, entre outras coisas, proíbem o uso de conteúdo gerado por IA para espalhar “notícias falsas” ou informações consideradas prejudiciais à economia ou à segurança nacional – categorias de definição ampla que dão às autoridades grande liberdade de interpretação. Também exigem que provedores de tecnologias de deepfake, incluindo empresas, organizações de pesquisa e indivíduos, devem rotular imagens, vídeos e textos como gerados ou editados sinteticamente de forma destacada quando estes podem ser interpretados como reais.

As novas regras, anunciadas em 11 de dezembro, chegam após a divulgação em agosto de regras para restringir algoritmos que sustentam as plataformas de internet mais poderosas do mundo.

O rápido desenvolvimento de novas tecnologias, como as deepfakes, desafiam reguladores em todo o mundo, segundo analistas. Nos EUA, os esforços dos legisladores para abordar a proliferação e o potencial abuso de deepfakes têm esbarrado nas preocupações com a liberdade de expressão. Na União Europeia (UE), os reguladores estão mais avançados, mas adotaram uma abordagem mais cautelosa do que a da China, recomendando fortemente que as plataformas encontrem maneiras de mitigar a capacidade dos deepfakes de espalhar desinformação, sem bani-los completamente, diz Matthias Spielkamp, da AlgorithmWatch, organização de pesquisa sem fins lucrativos.

Deepfakes surgiram após a criação de um algoritmo de código aberto em 2014 capaz de produzir imagens hiper-realistas que se parecem com fotografias de pessoas e objetos que não existem. Isso desencadeou uma onda de pesquisa em softwares de síntese de imagens poderosos – bem como novos abusos, como o enxerto de rostos de mulheres em vídeos pornográficos sem seu consentimento.

https://valor.globo.com/mundo/noticia/2023/01/09/pequim-vai-impor-novas-regras-contra-as-deepfakes.ghtml

https://valor.globo.com/mundo/noticia/2023/01/09/pequim-vai-impor-novas-regras-contra-as-deepfakes.ghtml

Se você tiver interesse e ainda não estiver inscrito para receber diariamente as postagens de O Novo Normal, basta clicar no link: https://chat.whatsapp.com/EgFjdLGaUJMIr4HBnf4O4R (08) para WhatsApp ou https://t.me/joinchat/SS-ZohzFUUv10nopMVTs-w  para Telegram. Este é um grupo restrito para postagens diárias de Evandro Milet. Além dos artigos neste blog, outros artigos de Evandro Milet com outras temáticas, publicados nos fins de semana no Portal ES360, encontram-se em http://evandromilet.com.br/

Um comentário em “Pequim vai impor novas regras contra as ‘deepfakes’

  1. Caramba .Demorou para chegar!! Até que enfim . A internet é uma ferramenta para melhorar a vida das pessoas. E não para melhorar a vida ” de algumas pessoas” . Que venha e que outros paises apoiem a ideia de banir fake e façam o mesmo.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: