É possível aprender com o BBB?


Paulo Milet* – Correio da Manhã – 13/05/2022

Em relação ao BBB, e a vários outros “realities”, muitas vezes encontro comentários do tipo: não vejo essa porcaria; não tem nada que preste; não perco meu tempo com isso; e por aí vai. Mas será verdade, ou apenas preconceito dos comentaristas?

Como adepto do lifelong learning, acredito que o aprendizado ocorre sempre, desde que você tenha a mente, os olhos e ouvidos atentos para perceber as várias possibilidades.

No BBB, uma votação intermediária para eliminar um participante gerou 400 mi de votos em 48h e na final, mais de 700 mi, com quase 3 mi de votos por minuto. Isso não seria motivo de reflexão? Profissionais de comunicação e marketing não deveriam estar mergulhados nesse tópico? Ou fecham os olhos para esse fenômeno?

O tiktok, depois de ser sucesso mundial com as “dancinhas”, resolveu usar o “merchan” do BBB para mostrar que, via tiktok, podem ser aprendidas técnicas novas, praticados esportes, ensinados matemática, física, línguas etc. Os profissionais de educação perceberam isso?

A turma do RH teve a chance de analisar 22 pessoas trocando experiências, exercendo  lideranças e administrando conflitos?  Alguns se destacam, outros se retraem, uns trabalham em equipe, outros isolados. Resiliência ou conformismo surgem a cada rodada. Não é um manancial de exemplos a registrar e a usar em técnicas de captação e gestão de pessoas?

E os políticos, gestores, eleitores e estatísticos? Não perceberam que pessoas que eram desconhecidas, em dois meses conseguiram milhões de seguidores? Ainda ficam preocupados em alocar verbas para anúncios em rádio e TV? Fizeram comparações entre as enquetes em dezenas de sites e os resultados finais? Perceberam que quando o voto não é unitário tudo pode acontecer? O voto direto plebiscitário pode chegar às melhores escolhas? Porque alguns que são melhores em todos os aspectos, perdem por votações humilhantes? Fake news sobre a vida dos participantes atrapalham ou nem são percebidas?

Os advogados enxergaram que os conflitos são os mesmos que acontecem aqui, do lado de fora, em relação às leis, normas e portarias? Aquela agressão foi com dolo? A frase foi ofensiva? Qual foi a motivação? A liderança foi obtida por meios justos? A capacidade de influenciar votantes aqui fora pode ser aproveitada ou é um mau exemplo?

Empresários e investidores perceberam as oportunidades? Viram que a adoção de novos tipos de cartões, QR Codes, escolhas automáticas podem ser ensinadas e absorvidas em alguns minutos?

O pessoal de TI não teve bons insights sobre como gerenciar portais com milhões de interações por minuto e com datas inadiáveis para apresentar os resultados? Perceberam a transformação digital do programa e as mudanças dos últimos 20 anos? O pessoal do IOT (internet das coisas) viu que as possibilidades de monitoramento contínuo, medições à distância e sensores nas roupas são de um potencial incrível?

Merchans com horas de duração em uma prova de resistência, onde todas as características de um produto ou serviço podem ser destrinchadas e transmitidas para o cérebro dos consumidores foram analisadas?

A turma da engenharia e arquitetura aprendeu como se montam estruturas, cenários e equipamentos  em alguns pouco dias e horas? Todos adequados a uma excelente UX (user experience)?

E ainda vimos uma pessoa trans ser admitida e reconhecida como mulher de um modo natural e sem preconceitos e a cor da pele não ter nenhuma importância nas decisões do programa. Uma bela lição!

Exemplos de merchandising  realizados pelos próprios competidores foram um sucesso. Os anunciantes pagaram caro e não se arrependem. O programa faturou R$ 600 milhões! Um recorde.

No final teve até exemplo de METAVERSO!

E então, vamos aprender?

 (*) Paulo Milet é presidente do Conselho de Educação da ACRJ.

Se você tiver interesse e ainda não estiver inscrito para receber diariamente as postagens de O Novo Normal, basta clicar no link: https://chat.whatsapp.com/Eul2cfBplyz5DbVEN6Ubsi (15) para WhatsApp ou https://t.me/joinchat/SS-ZohzFUUv10nopMVTs-w  para Telegram. Este é um grupo restrito para postagens diárias de Evandro Milet. Além dos artigos neste blog, outros artigos de Evandro Milet com outras temáticas, publicados nos fins de semana em A Gazeta, encontram-se em http://evandromilet.com.br/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: