Citizen Development e o futuro da tecnologia nas empresas


Estadão Blue Studio Express 31 de agosto de 2021

O conceito de Citizen Development está se tornando cada vez mais familiar entre as empresas, e seu uso é impulsionado pela necessidade crescente de novas tecnologias que extrapolam as áreas de TI.

Para você ter uma ideia sobre seus impactos, uma pesquisa recente da Gartner aponta que 61% das organizações já pretendem ativar iniciativas voltadas à qualificação de Citizen Developers em seus quadros internos.

Mas o que isso significa? A seguir, entenda melhor esse movimento, o que o motiva e seus impactos nos negócios modernos.

Citizen Development e a inovação nas empresas

A noção de Citizen Development surgiu oficialmente em 2018, mas as desenvolvedoras de software há anos já trabalham para criar soluções voltadas às suas demandas.

Não é novidade que a transformação digital exige constantes adaptações entre as empresas, mas a demanda por inovações é significativamente maior do que o volume de colaboradores disponíveis para promovê-las nas áreas de TI das organizações.

Só no Brasil, estima-se que 70 mil novos profissionais de tecnologia são necessários todos os anos para atender às necessidades transformacionais dos negócios, mas o país só consegue formar cerca de 46 mil anualmente.

Essa carência, que não é algo restrito apenas ao Brasil, faz com que os funcionários em geral comecem a criar ferramentas por conta própria, de forma paralela ao setor de TI. Trata-se de um movimento chamado de Shadow IT, que faz com que muitos softwares organizacionais fiquem sujeitos a riscos, falhas e problemas de integração.

A solução para esse problema se deu por meio do incentivo aos Citizen Developers, em que pessoas de outras áreas passam a ser abrangidas pela governança de TI, fazendo com que esse setor deixe de dominar os processos de desenvolvimento e passe a agir de maneira acessória.

Por que ele é importante?

Com a atuação de Citizen Developers, as empresas ganham mais eficiência e produtividade em seus processos de transformação digital, mas com padrões bem definidos e controles sólidos de TI para que as inovações sejam promovidas adequadamente.

A alta demanda por profissionais de tecnologia pode sobrecarregar as atividades de TI, fazendo com que a área demore para implementar novas soluções por conta própria.

Para sanar esse gargalo, o Citizen Developer consegue engajar os demais colaboradores na criação das ferramentas necessárias, sem que isso gere sistemas isolados ou fora dos parâmetros corretos de TI (nas situações conhecidas como Shadow IT).

Tudo isso é possível por meio de plataformas sancionadas de No Code e Low Code, que permitem ao TI trabalhar de forma colaborativa com o restante do negócio, de forma a regular seus processos para que os sistemas sejam implementados de maneira mais ágil e efetiva.

No Code e Low Code

Para que os colaboradores possam automatizar suas tarefas, acelerar a transformação digital e resolver suas próprias demandas tecnológicas sem dependência total do TI, eles precisam ser capazes de criar softwares sem que sejam especialistas em desenvolvimento.

São justamente os conceitos de Low Code e No Code que permitem atender a essa necessidade inerente ao conceito de Citizen Developer, já que simplificam ou mesmo eliminam as rotinas de programação.

Enquanto as plataformas Low Code servem para que pessoas com conhecimento em codificação consigam elaborar ou integrar sistemas mais rapidamente e sem a necessidade de escrita manual, as plataformas No Code retiram completamente a necessidade de conhecimentos técnicos na área.

Isso porque, o No Code é baseado em funcionalidades visuais e práticas, que servem para que profissionais sem domínios de TI possam criar sistemas, automatizar fluxos de trabalho e integrar aplicativos sem nenhum tipo de codificação, mas dentro de todos os devidos padrões e políticas de segurança de TI.

Principais benefícios para as empresas e colaboradores

Com base em todos os pontos mencionados ao longo do artigo, fica evidente que os principais benefícios do Citizen Developer envolvem questões como:

Redução da sobrecarga de TI;

Ganho de agilidade e conformidade na promoção de novas tecnologias;

Engajamento dos colaboradores na transformação digital do negócio;

Autonomia e empoderamento dos profissionais sobre a resolução de suas demandas;

Adequação do TI como área acessória, que permite tornar a digitalização uma parte de todo o negócio, sem que isso gere erros, falhas ou inconformidades.

Como exemplo dessas vantagens, está a solução Pipefy, que permite a funcionários não técnicos automatizar seus processos e impulsionar seus resultados por meio de uma abordagem No Code.

Se você procura por uma solução moderna, intuitiva e capaz de oferecer tudo que o Citizen Development precisa para um gerenciamento de processos de negócios mais eficaz e econômico, não deixe de conhecer nossa plataforma. Clique aqui e saiba mais.

Se você tiver interesse e ainda não estiver inscrito para receber diariamente as postagens de O Novo Normal basta clicar no link: 

https://chat.whatsapp.com/ClAdy1GuMchCtm12T5xPcp  para WhatsApp ou

https://t.me/joinchat/SS-ZohzFUUv10nopMVTs-w  para Telegram

Este é um grupo de WhatsApp restrito para postagens diárias de Evandro Milet. 

Além dos artigos neste blog, outros artigos de Evandro Milet com outras temáticas, publicados nos fins de semana em A Gazeta, encontram-se em http://evandromilet.com.br/

Veja também o meucanalinovacao no YouTube e Instagram

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: