Metamorfoses ambulantes


O que Raul cantava como preferência nos anos 1970 tornou-se obrigação nos 2020

Nizan Guanaes  24 agosto 2020 na Folha

Eu prefiro ser uma metamorfose ambulante do que ter aquela velha opinião formada sobre tudo.

O que Raul cantava como preferência nos anos 1970 tornou-se obrigação nos anos 2020.

Isso vale para as pessoas e isso vale para as empresas. Sua capacidade de mudar é o maior seguro contra sua capacidade de ficar para trás.

As empresas mais valiosas do mundo são empresas de tecnologia, e elas têm o DNA da mudança. Facebook, Google, Apple, Amazon investem bilhões e bilhões e bilhões de dólares todos os anos na busca de novas tecnologias (e na aquisição de rivais inovadoras).

O melhor momento para inovar é quando as coisas estão indo bem. O maior freio à inovação é a complacência. A estratégia mais importante da sua empresa é a estratégia de mudança, é ela que garante o futuro. Alguém grande na empresa precisa focar isso, mas não o fundador ou o presidente-executivo, por mais brilhantes que sejam.

Isso vale para as empresas, isso vale para as pessoas. Vivemos vidas cada vez mais longas, que exigirão transformações pessoais. Antes, uma pessoa com 50 anos começava a planejar sua aposentadoria. Hoje, ela precisa planejar sua vida profissional para a segunda metade da sua vida. É preciso se preparar para ter várias vidas e várias atividades. E é normal se assustar com isso.

O Abilio Diniz fez 80 anos e organizou uma festa para falar de longevidade com qualidade. Ele reuniu os melhores do mundo em saúde, alimentação, atividade física. Um cientista barbudo subiu ao palco e disse que naquele momento estava nascendo um ser humano que não vai morrer. Ele será como um carro, que troca as peças e segue rodando.

Por isso voltei a estudar em Harvard. Se não dá para ter cabeça e disposição de 20 anos, dá para aprender como eles pensam. E agregar a minha vasta experiência, que isso não tem Mastercard que compre.

Eu já estou na minha quarta vida. Entrei na publicidade como redator. Naquele tempo a Bahia já era muito criativa, mas atrasada como mercado publicitário. A melhor ideia da minha vida foi vir morar em São Paulo. Quando cheguei aqui, todos os publicitários eram chiques. Só falavam em Nova York, Londres, e queriam fazer coisas superinteligentes.

Eu me posicionei diferente: vou falar do Brasil, para o Brasil. E falar o óbvio, demonstrar as coisas boas do produto. Duas agências eram ícones naquele tempo, a W/GGK, do mestre Washington Olivetto, e a Talent, do mestre Júlio Ribeiro. Uma era criação, a outra era planejamento. Eu, pretensiosamente, quis ser a W/GGK Talent, juntando as duas. Deu tão certo que vendi muito bem a minha agência.

Saí por contrato da publicidade e fundei o iG, numa época em que as pessoas perguntavam: “Mas, Nizan, esse negócio de internet vai dar certo?”.

Do iG, voltei à publicidade e criei com meus sócios um dos maiores grupos de comunicação do mundo. Deu tão certo que vendi muito bem o meu grupo.

Agora tenho uma empresa de estratégia, porque, num mundo em transformação acelerada, a estratégia mapeia os caminhos. Mas quero ter poucos clientes porque é preciso tempo para estudar e viajar, tempo para me informar, senão você é que fica para trás.

Meu pai era ascensorista quando conheceu minha mãe. Ele tinha um livro no colo, e ela perguntou o que ele estava lendo. Ele respondeu que estava estudando medicina. Ele sabia que a educação é o ascensorista da vida. Virou médico de sucesso e, com minha mãe engenheira, criou os filhos com retidão, educação e cultura.

O que você está aprendendo para a sua próxima vida?

Nizan Guanaes

Empreendedor, criador da N Ideias

https://www1.folha.uol.com.br/colunas/nizanguanaes/2020/08/metamorfoses-ambulantes.shtml

Se você tiver interesse e ainda não estiver inscrito para receber diariamente as postagens de O Novo Normal basta clicar no link: 

https://chat.whatsapp.com/BJnVYTeAIS5EDxI3py98KK

Este é um grupo de WhatsApp restrito para postagens diárias de Evandro Milet. 

Além dos artigos neste blog, outros artigos de Evandro Milet com outras temáticas, publicados nos fins de semana em A Gazeta, encontram-se em http://evandromilet.com.br/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: