Os dados estão por aí – o segredo é saber captá-los, tratá-los e usá-los


Por Evandro Milet A Gazeta 26/11/2021

Obter dados para negócios sempre foi muito necessário, mas era muito caro. Computadores eram caros, armazenar dados em memórias era caro, processar dados era caro, captar dados de clientes era caro e difícil, cruzar dados e apresentá-los de forma visual simples e gráfica era caro e complicado, transmiti-los pelos meios de comunicação, quando não era impossível, era muito irritante. 

Os sistemas internos das empresas eram estanques, não compartilhavam dados. Negócios eram tocados no escuro, na adivinhação, na intuição, baseados em dados que apareciam só no final do mês ou no balanço anual, mesmo assim sem detalhes.

A infraestrutura digital mudou tudo. O processamento e o armazenamento de dados foram para a nuvem e o que era produto – computadores – virou serviço, não é mais necessário comprá-los e nem tomar conta deles. O custo para armazenar, processar e transmitir dados caiu exponencialmente. 

Alguém poderia dizer “mas agora eu gasto muito com isso tudo”. Claro, a queda de preços permitiu o surgimento das facilidades de sistemas e aplicativos sofisticadíssimos, como Internet das Coisas (IoT) e Inteligência Artificial, que entregam dados detalhados e consolidados, até sobre o futuro, para as empresas trabalharem. Vale o preço. 

Os ERP integram os dados dos sistemas internos, e os dados de clientes e mercado estão disponíveis em sistemas desenvolvidos para isso ou nas redes sociais.

Agora, uma empresa comercial pode monitorar o padrão de compras de todos os clientes em todas as suas lojas ao redor do mundo e reagir quase imediatamente com descontos, alterações no estoque, mudanças no layout das lojas e fazer isso 24 horas por dia, 7 dias por semana e 365 dias por ano. Robôs vasculham o preço dos concorrentes e modulam o preço dinâmico em vários segmentos. 

Com os mecanismos práticos do marketing digital, se consegue acessar e se comunicar individualmente com cada cliente, atraindo-o para uma verdadeira máquina de vendas, que faz com que ele seja alimentado com informações do seu interesse até uma conversão de compra efetiva. 

E os clientes entregam suas informações inocentemente nas suas redes sociais todos os dias, acreditando que usufruem de um mundo grátis e prazeroso, sem perceberem – ou sem se importarem -, que eles são o produto e suas informações sustentam o negócio das grandes empresas digitais altamente lucrativas. 

O Google pode ver o que as pessoas pesquisam, o Facebook o que elas compartilham, o Instagram o ambiente em que vivem, a Amazon o que elas compram e falam dentro de casa, o Tik Tok traz para o jogo a geração mais nova e a Apple registra por onde elas andam e com quem se comunicam.

As empresas têm que ir onde os clientes estão, para se comunicar com eles e conseguir dados. Antigamente, estavam lendo jornais impressos no café da manhã, desligados dentro de um escritório durante o dia ou sentados no sofá da sala, à noite, vendo TV unidirecional passivamente. Hoje, estão nas redes o dia inteiro, em qualquer lugar, nos smartphones, não mais passivamente. Estão reagindo, reclamando, dando opinião, consultando, postando, compartilhando, engajando e produzindo conteúdo.

Para os negócios, que assim seja: que se aproveite para conhecer profundamente os clientes e captar dados. Para esses, que as empresas coloquem no mercado exatamente aquilo que querem, fora a manipulação e a indução para comprar o que não precisam.

https://www.agazeta.com.br/colunas/evandro-milet/os-dados-estao-por-ai-o-segredo-e-saber-trabalhar-com-eles-1121

Se você tiver interesse e ainda não estiver inscrito para receber diariamente as postagens de O Novo Normal, basta clicar no link: 

https://chat.whatsapp.com/BU4P3HeFmWo8QCkIb4CEdv (07) para WhatsApp

ou https://t.me/joinchat/SS-ZohzFUUv10nopMVTs-w  para Telegram.

Este é um grupo restrito para postagens diárias de Evandro Milet. 

Além dos artigos neste blog, outros artigos de Evandro Milet com outras temáticas, publicados nos fins de semana em A Gazeta, encontram-se em http://evandromilet.com.br/

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: