Quem é o dono da vacina?

por Evandro Milet Em geral, uma vacina leva ao menos de 12 a 18 meses para ficar pronta, mas as farmacêuticas tentam iniciar a produção ainda em 2020. Em mais de uma ocasião, o governo do presidente Donald Trump sugeriu que, apesar de disposto a compartilhar seu conhecimento científico, priorizaria a produção de doses paraContinuar lendo “Quem é o dono da vacina?”

Caos em cadeias de suprimentos provoca desperdício de alimentos

Por Marvin G. Perez, Michael Hirtzer e Deena Shanker, Bloomberg — Nova York e Chicago 18/05/2020  O desperdício de alimentos ganha novo significado na pandemia. Leite jogado fora em Wisconsin. Ovos esmagados na Nigéria. Uvas podres na Índia. Porcos enterrados em Minnesota. As perturbadoras imagens provocaram indignação no mundo todo. Mas há um dado surpreendente:Continuar lendo “Caos em cadeias de suprimentos provoca desperdício de alimentos”

Paixão e inteligência artificial

por Evandro Milet Para quem está confinado, cinema inteligente é ótima opção de diversão. Her(Ela), é um filme americano de comédia dramática, ficção científica e romance de 2013 escrito, dirigido e produzido por Spike Jonze. O filme gira em torno de um homem solitário que desenvolve uma relação com um um aplicativo no estilo assistenteContinuar lendo “Paixão e inteligência artificial”

A indústria de jogos está bombando

por Evandro Milet Há um segmento que está passando pela crise econômica gerada pelo novo coronavirus sem prejuízos: a indústria de games. Os gastos feitos por consumidores do mundo todo com jogos digitais em março deste ano atingiram a cifra de US$ 10 bilhões, o maior total mensal de todos os tempos e um reflexoContinuar lendo “A indústria de jogos está bombando”

Crônica confinada: ih!-commerce e outros perrengues

Por Evandro Milet Quando vamos novamente comer uma fatia de bolo de aniversário depois de alguém ter soprado a velinha? Por falar em aniversário, uma ampla pesquisa do Google sobre mudanças no comportamento do público desde março, quando o vírus passou a assustar os brasileiros, entrega que “pizza” e “brigadeiro” estiveram entre as palavras maisContinuar lendo “Crônica confinada: ih!-commerce e outros perrengues”

O que os brasileiros querem aprender na quarentena

Publicado em Valor Econômico – 14/05/2020 Nos últimos dois meses, o confinamento fez disparar a procura por cursos on-line, dos mais variados temas. Das aulas de desenho à metodologia Scrum, a busca por conhecimento rápido virou febre na maior parte dos países. A Udemy, maior plataforma de cursos virtuais do mundo, gratuitos ou com preçosContinuar lendo “O que os brasileiros querem aprender na quarentena”

Zoom fatigue: o esgotamento provocado pelo excesso de videoconferências

Sobretudo como ferramenta de trabalho, os encontros on-line andam causando cansaço mental que já tem nome Por André Lopes – Publicado em 15 maio 2020 É provável que nunca tantos tenham ficado tão próximos mesmo estando distantes. O motivo para esse paradoxo, claro, é a pandemia do novo coronavírus — que, de resto, vem virandoContinuar lendo “Zoom fatigue: o esgotamento provocado pelo excesso de videoconferências”

O comércio e as cavernas: diferenças entre mulheres e homens

por Evandro Milet – publicado em 10/12/2018 Nós vivemos como caçadores e coletores mais de 90% da nossa história. Nessa época remota passávamos apenas dez a vinte horas por semana caçando e coletando os alimentos necessários para sobreviver. Os coletores, em geral mulheres, respondiam por 80% a 90% do esforço e da produção. Os caçadoresContinuar lendo “O comércio e as cavernas: diferenças entre mulheres e homens”

Carros autônomos: Para quando?

por Evandro Milet As empresas de tecnologia prometeram que os carros autônomos e totalmente funcionais estariam rodando normalmente nas estradas até 2020 e se encaminhando para revolucionar o transporte e transformar a economia. Mas uma década depois que o Google lançou um protótipo de carro autônomo com grande alarde global, a tecnologia ainda está longeContinuar lendo “Carros autônomos: Para quando?”

Marketplace: a terceirização do comércio

por Evandro Milet O setor de marketplaces movimentou R$ 100 bilhões em 2019 no Brasil e chegará a R$ 162 bilhões, ou mais, em 2022. O modelo de negócio funciona como um shopping center virtual, abrigando lojistas independentes, que ganham exposição e facilidades diversas de acesso ao mercado, em troca de um percentual em tornoContinuar lendo “Marketplace: a terceirização do comércio”